15 de junho de 2014

RELÍQUIAS DA DUBLAGEM (02): "O SEGREDO DAS JOIAS"



"O Segredo das Joias", produzido em 1950, é mais um clássico 'filme noir". Baseado no livro de W. R. Burnett e brilhantemente adaptado para o cinema por John Huston e Ben Maddow, o filme gira em torno de um grande roubo de joias. O que o torna diferente de outros que tratam do mesmo tema, é o fato dele focar mais as consequências do que o assalto propriamente dito. Com exceção das cenas de abertura e de fechamento, a história se passa inteiramente durante a noite.

Na direção, Huston demonstra, mais uma vez, porque faz parte da galeria dos grandes e influentes cineastas de Hollywood. A fotografia em preto e branco de Harold Rosson é um outro ponto a destacar. A trilha sonora, assinada por Miklós Rózsa, é mantida em background, nunca interferindo nas ações.


No elenco, James Whitmore, Louis Calhern e Sterling Hayden estão ótimos em seus respectivos papeis. Embora com pouco tempo de tela, Marilyn Monroe brilha como a amante do desonesto Emmerich. De todos os atores, entretanto, o grande nome a destacar é o de Sam Jaffe, que rouba todas as cenas em que aparece.



**O ENREDO**


Doc Riedenschneider deixa a prisão e vai ao encontro de Cobby, um agenciador de apostas, a quem revela seu novo plano. Segundo ele, o mesmo poderia ser facilmente vendido no 'mercado' por US$ 100 mil, mas ele prefere executá-lo e faturar muito mais.


Para isso, entretanto, vai precisar de US$ 50 mil, importância que pretende conseguir de um advogado corrupto, Alonzo Emmerich. Doc pede, então, a Cobby, que seja seu intermediário nessa transação.


Cobby telefona para Emmerich, mas é interrompido por Dix Handley, um ladrão que gasta todo o produto de seus pequenos roubos em corridas de cavalo. Assim procedendo, Handley está longe de conseguir o dinheiro que tanto precisa para recomprar uma fazenda perdida por seu pai.



**Sterling Hayden (Dix Handley)**

Emmerich, no entanto, passa também por problemas de dinheiro e, juntamente com seu detetive particular, Bob Brannom, planeja dar um golpe em Doc e fugir com sua amante, Angela Phinlay. Brannom procura Cobby e o convence a adiantar os US$ 50 mil.


Em companhia de Cobby, Doc contrata os serviços de Louis Ciavelli, um arrombador de cofres. Cobby e Louis, por sua vez, recomendam a contratação de Gus Minissi, como o motorista que estará preparado para empreender a fuga, e de Handley, como pistoleiro.


Depois de planejar o assalto nos mínimos detalhes, o grupo passa à ação. Louis entra na joalheria e, depois de desarmar um dos sistemas de alarme, abre a porta para que seus companheiros possam entrar. Em onze longos minutos, o grupo consegue roubar US$ 1 milhão em joias, mas as coisas começam a dar errado quando a arma de Handley bate no chão e dispara, ferindo Louis no estômago.



**Marilyn Monroe e Louis Calhern**


Por volta de 01:00h da madrugada, Doc e Handley vão ao encontro de Emmerich, que se encontra em companhia do detetive Brannom. O advogado, como já havia planejado, pretende fugir com as joias sem desembolsar a quantia estipulada. Quando Brannom puxa a arma, dá-se uma troca de tiros que termina com Handley ferido e Brannom morto. Doc pede a Emmerich que tente negociar as jóias com a Companhia de Seguros, oferecendo-as por 25% do seu real valor.


Gus é preso. Louis morre em consequência do ferimento à bala. Seguindo pistas fornecidas por um motorista de táxi, o Ten. Ditrich prende Cobby, que usa de suborno e chantagem para tentar fugir. O Comissário de Polícia, Hardy, usa a confissão de Cobby para prender Emmerich, o qual comete suicídio. O Ten. Ditrich é preso por corrupção. Doc e Handley conseguem se esconder com a ajuda de Doll Conovan, uma amiga deste último.


**Sterling Hayden, Sam Jaffet e Louis Calhern**


Pouco tempo depois, Doc resolve fugir para Cleveland, alugando um táxi dirigido por um seu compatriota, Frank Schurz. Entretanto, sua fraqueza e predileção por jovens ninfetas fazem com que ele seja rapidamente capturado pela polícia, quando decide parar num Café da estrada para admirar a beleza de Jeannie, uma jovem dançarina.


O ferimento de Handley volta a sangrar. Doll o leva até Dr. Swanson, que o desengana. Quando o suspeito médico telefona para a polícia, os dois fogem. Determinado a voltar para Kentucky, sua terra natal, Handley mais uma vez conta com a ajuda da amiga. Ao chegarem à antiga fazenda da família, ele cai na grama ensolarada onde, rodeado por cavalos que tanto ama, morre.



**ELENCO / PERSONAGENS / DUBLADORES**


*Sterling Hayden (Dix Handley): Pádua Moreira


*Louis Calhern (Alonzo D. Emmerich): Ênio Santos


*Sam Jaffe (DocErwin Riedenschneider): 

Magalhães Graça

*Jean Haggen (Doll Conovan): Selma Lopes


*James Whitmore (Gus Minissi): Vinícius Salvatori


*Jonh McIntire (Comissário de Polícia Hary): Milton Luís


*Marc Lawrence (Cobby): Orlando Drummond


*Barry Kelley (Tenente Ditrich): Maurício Barroso


*Anthony Caruso (Louis Ciavelli): Márcio Seixas


*Teresa Celli (Maria Ciavelli): Nelly Amaral


*Marilyn Monroe (Angela Phinlay): Maria da Penha


*Brad Dexter (Bob Brannom): Nilton Valério


*Alberto Morin (Eddie Donato): Dario Lourenço


*DorothyThree (May Emmerich): Neyda Rodrigues


*John Maxwell (Dr. Swanson): Pietro Mário


*Narrador: José Santanna


*Participam também os dubladores:

Orlando Prado, Márcio Seixas e Gualter França.


**A dublagem primorosa de Magalhães Graça para o ator Sam Jaffet**




**A DUBLAGEM DO FILME**

Esta dublagem do estúdio Tecnisom / RJ é mais uma das nossas "Relíquias da Dublagem Brasileira".

O estúdio Tecnisom surgiu por volta de 1972, através de Carlos de La Riva, e realizou primorosos trabalhos com um elenco de grandes valores que tinham experiência desde o primórdio das dublagens na década de 1960.

Neste filme, se reuniu um dos mais talentosos elenco de vozes da época (meados da década de 1970), num filme "noir" com um roteiro brilhante e excelentes desempenhos de atores.


A direção de dublagem é impecável e se destacam os talentos , sobretudo, de Pádua Moreira, Magalhães Graça, Milton Luís, Maurício Barroso e Ênio Santos.


**Pádua Moreira**


Pádua Moreira dubla um homem atormentado por seu passado e querendo refazer a sua vida, mas acaba sendo vítima de seus próprios atos. Dublando o ator Sterling Hayden transmitiu perfeitamente a carga negativa do personagem.

Infelizmente, Pádua Moreira dedica-se, atualmente, mais à direção de dublagem.

Já Magalhães Graça nos brinda com mais de uma de suas impecáveis dublagens, pois seu personagem é o articulador de todo o plano, porém o ator Sam Jaffet o faz de uma forma elegante, que Magalhães Graça o demonstra com a sua interpretação.



**Magalhães Graça**

Ênio Santos ao dublar o ator  Louis Calhern  fez o perfeito "gangster" que não suja suas mãos e que apresenta um refinamento social bem acentuado.




**Ênio Santos**

Milton Luís, como o excelente policial e Maurício Barroso como o policial corrupto desempenharam  uma dublagem exemplar.



**Maurício Barroso**


No conjunto, a dublagem de "O Segredo das Joias" , assim como o filme, é uma obra de arte digna de nos orgulharmos da dublagem brasileira.




**Milton Luís**


O estúdio Tecnisom esteve presente até meados da década de 1980, quando se transformou no estúdio Delart, um dos mellores atualmente da cidade do Rio de Janeiro.


Fica aqui o registro desta dublagem de "O Segredo das Joias", a qual desejamos que não seja apagada e redublada, pois se trata de uma verdadeira relíquia, algo que deveríamos preservar para as futuras gerações !



**VAMOS REVER ALGUNS TRECHOS DE "O SEGREDO DAS JOIAS"**

**OBS> O filme foi transmitido pelo canal a cabo TNT, o qual, infelizmente, o exibiu colorizado, descaracterizando a fotografia de um grande filme "noir".



**Vídeo 1 /

video


**Vídeo 2 /
video


**Vídeo 3 /
video



**Marco Antônio dos Santos**

1 comentários:

Dilson de Almeida disse...

Nostalgia total,bons tempos quando a tv aberta exibia ótimos filmes.

Postar um comentário