24 de maio de 2013

GUIA DE DUBLAGEM (26): MISSÃO IMPOSSÍVEL / 1ª TEMPORADA



 Missão Impossível foi uma série que,  mesmo sem efeitos digitais, baseados apenas em trucagens cinematográficas, com um excelente trabalho de seus atores, diretores, produtores e do criador Bruce Geller, a série se tornou um ícone do século XX, influenciando em outras séries de tv e também na indústria do cinema.


Naquela época, o que havia de similar no gênero “espionagem” eram as séries Agente 86 (comédia) e O Agente da UNCLE, basicamente uma sátira da espionagem. Mas não havia nenhum programa que tinha o espírito de James Bond na tv, com ação, suspense, equipamentos e lugares exóticos.Bruce era natural de Nova York e desejava criar e produzir algo inovador para a promissora televisão a cores, tendo por base que ele era muito influenciado pelos filmes de ação da década de 1950 e pela febre “James Bond” da década seguinte.

Com estes ingredientes, Bruce criou o primeiro esboço do novo programa de televisão. Batizado de “Brigg’s Squad”, um grupo chefiado por Daniel Briggs recebia ordens do serviço secreto americano e realizava missões perigosas para assegurar a paz mundial e a segurança nacional. Em seu grupo, haviam especialistas responsáveis por tarefas definidas para a realização da trama: um técnico em eletrônica, mecânica e metalurgia; um especialista em disfarces e dialetos; uma mulher sexy; e um homem-faz-tudo musculoso.

 Para o chefe Dan Briggs foi escolhido o ator Steven Hill, que já era um ator conhecido na tv, mas que acabou não sendo uma boa escolha. Hill era judeu ortodoxo, não podendo trabalhar após o meio-dia das sextas-feiras até o pôr-do-sol do sábado. Como as filmagens se encerravam às 18 horas das sextas-feiras, por ordem do Sindicato dos Atores, muitos problemas aconteceram, como atrasos nas filmagens.

Há aqueles que nem conhecem o personagem Dan Briggs, pois a primeira temporada de “Missão Impossível” nunca mais foi exibida na televisão.Hill foi suspenso no meio da 1ª temporada e, mais tarde, ficou sabendo através dos jornais que outro ator havia sido escolhido para o seu papel: Peter Graves.


**A SOBREVIVÊNCIA DA DUBLAGEM**

O fato da 1ª temporada ter sido completamente "esquecida" fez com que a sua dublagem fosse preservada. 

Peter Graves, que assumira a liderança a partir da 2ª temporada, foi um grande sucesso e permaneceu até o encerramento da série, em 1973, com a 7ª temporada.

A Desilu, vendida para a Paramount em meio da 3ª temporada, operava com diversas distribuidoras pequenas e a 1ª temporada de Missão Impossível estava nas mãos da distribuidora "Saturno", porém como as emissoras não se interessavam pela 1ª temporada, devido a ausência de Peter Graves, ela provavelmente, só foi exibida apenas uma vez, na estreia da série, na TV Excelsior, em 1967.


Segundo fontes da Viacom, a pequena distribuidora "Saturno" ainda possui os direitos sobre as dublagens em português e espanhol da 1ª temporada, a qual não se dedica mais a filmes e séries de tv, tendo diversificado com outras atividades. O fato é que essa distribuidora franqueou os direitos da dublagem para a Paramount, a fim de que esta pudesse lançar, exclusivamente só em dvd, para o Brasil e América Latina.

Parece inacreditável, mas nos Estados Unidos, a Paramount tem os direitos de produção e imagens desta 1ª temporada, porém as dublagens em português e espanhol pertencem a outra empresa.

Infelizmente, da 2ª a 7ª temporadas de Missão Impossível eram de competência da distribuidora Brascontinental e o áudio em português teve o mesmo destino que as demais produções que estavam sob seu domínio, além de não conservarem o áudio durante os anos, perdendo episódios, a série também ficou sem a dublagem.


Conforme apuramos, a Viacom relatou que ainda havia episódios dublados das diversas temporadas, porém muito poucos e praticamente repletos de problemas de áudio, cerca de 2 a 15 em cada temporada, o que não interessava à Paramount financeiramente, preferindo legendar as temporadas com o ator Peter Graves.


Assim, o único box que trouxe a dublagem da AIC, em perfeito estado, foi somente o da 1ª temporada.



**A DUBLAGEM AIC**


A AIC dublou as 3 primeiras temporadas de Missão Impossível, sendo a 4ª  dublada pelo estúdio TV Cinesom/RJ e a 5ª, 6ª e 7ª temporadas dubladas pelo estúdio Álamo.


Alguns colecionadores possuem episódios avulsos com as dublagens desaparecidas, mas não há interesse da Paramount em recuperar o áudio.


Assim, como só temos a 1ª temporada com a dublagem completa da AIC, efetuamos o guia de dublagem, demonstrando a qualidade dos dubladores envolvidos, a qualidade da mixagem realidade pela AIC, enfim, um trabalho que, felizmente, sobreviveu às arbitrariedades de uma distribuidora.


Conforme a saudosa Helena Samara nos relatou, a emissora (no caso a TV Excelsior), tinha muita pressa para a exibição, devido ao enorme sucesso nos Estados Unidos. Dessa forma, a dublagem foi intensa por cerca de 3 meses em meados de 1967.


A direção de dublagem coube a Wolner Camargo, o qual escalou dubladores excelentes para os convidados também. Assim como a série O Túnel do Tempo, a 1ª temporada de Missão Impossível primou pela qualidade extraordinária de todos os dubladores.


Verifiquem o elenco de vozes, como um todo, o qual demonstra o pleno apogeu da AIC em qualidade !!



**ELENCO FIXO / PERSONAGENS / DUBLADORES /**


**Steven Hill (Dan Briggs): Wilson Ribeiro.


**Martin Landau (Rolin Hand):

Rolando Boldrin (1ª voz) e Aldo César (2ª voz).

**Barbara Bain (Cinamon): Helena Samara.


**Greg Morris (Barney): Ary de Toledo.


**Peter Lupus (Willy): Rebello Neto.


**Voz do gravador: Wolner Camargo.


**Abertura da série: 

Antônio Celso (1ª voz) e Ibrahim Barchini (2ª voz).

OBS 1> Há indícios de que a dublagem não tenha sido realizada pela ordem de produção dos episódios, pois após Aldo César assumir a dublagem do ator Martin Landau, o dublador Rolando Boldrin retorna em 2 episódios.

OBS 2> Os indícios apontados na observação 1, também se apresentam quanto ao narrador da abertura, onde após Ibrahim Barchini assumir a narração, Antônio Celso retorna em 1 episódio. 


OBS 3> Os episódios citados nas observações anteriores, possuem um adendo.


OBS 4> Há diversos figurantes nos episódios. Sendo assim, adotamos o critério de

relacionar (quando houver), os nomes dos dubladores que participaram dublando policiais, vendedores, guarda-costas, entregadores das gravações, etc.


**ATORES CONVIDADOS / DUBLADORES / 28 EPISÓDIOS**



01 - PILOTO


*Harry Davis (coronel Alísio): José Soares.
*Wally Cox (Terry Targo): Older Cazarré.
*Joe Breen (gerente do hotel): Magno Marino.
*Josh Adams (guarda): Emerson Camargo.


*Participam os dubladores: Neuza Maria, Wilson Kiss e Dráusio de Oliveira.




02 - MEMÓRIA


*Albert Paulsen (Joseph Baresh): Renato Restier.
*Leonard Stone (Dimitri Soska): Arakén Saldanha.
*William Keene (Janos Karq): José Soares.
*Gene Dynarski (sargento da guarda): Flávio Galvão.




03 - OPERAÇÃO ROGOSH


*Fritz Weaver (Rogosh): Arakén Saldanha.
*Allan Joseph (médico): José Soares.
*Charles Maxwel (Lazloff): Aldo César.
*James Lauphier ((Klimi): Batista Linardi.
*Svea Grunfeli (Juíza): Gessy Fonseca.




04 - LIBERTANDO VOSSEK - PARTE 1

*Mary An Mobley (Kristal): Rita Cleós.
*Cyril Delavanti (cardeal Vossek): Older Cazarré.
*Joseph Ruskin (coronel Soutari): Aldo César.
*Oscar Beregi (Comandante): Batista Linardi.
*William Wintersole (Capitão): Dênis Carvalho.
*Monte Markham (Tosk): Flávio Galvão.




05 - LIBERTANDO VOSSEK - PARTE 2

*Mary An Mobley (Kristal): Rita Cleós.
*Cyril Delavanti (cardeal Vossek): Older Cazarré.
*Joseph Ruskin (coronel Soutari): Aldo César.
*Oscar Beregi (Comandante): Waldyr Guedes.
*William Wintersole (Capitão): Dênis Carvalho.
*Monte Markham (Tosk): Flávio Galvão.

OBS> Na parte 2 deste episódio, o dublador Waldyr Guedes substituiu Batista Linardi que dublara o mesmo personagem na parte 1.


06 - APOSTANDO NO MAL

*Nico Minardos (Carlos): Neville George.
*Nehemiah Persoff (príncipe Iben Kostas): Waldyr Guedes.
*Vincent Van Lynn (Borgman): Astrogildo Filho.
*Lawrence Montaigne (Aide): Flávio Galvão.


**Participam os dubladores: Xandó Batista e Dênis Carvalho




07 - A  ELEIÇÃO

*Mark Lenard (Comandante): Renato Restier.
*Percy Rodriguez (Capitão): Wilson Kiss.
*Tom Hernandez (Sargento): Hugo de Aquino Júnior.
*Jonathan Kidd (registrador de votos): José Soares.
*David Fresco (O Libertador): Xandó Batista.
*Edmund Pontini (O Nacionalista): Astrogildo Filho.


**Participam os dubladores: Borges de Barros e Dênis Carvalho.




08 - O  RESGATE

*Lin McCarthy (George): Renato Restier.
*William Smithers (Iga): Wilson Kiss.
*Joe Mantel (Gorman): Arakén Saldanha.
*Allen Joseph (Dr. Green): José Soares.
*Cheryl Callaway (Sandy): Neuza Maria.
*Walter Mathews (detetive): Neville George.
**Participam os dubladores: Magno Marino, Flávio Galvão e Dênis Carvalho.




09 - O ROLO DA FITA

*Richard Devon (inspetor Gulik): Arakén Saldanha.
*Warren Vanders (Holbeek): Dênis Carvalho.
*Curt Lowens (tenente Daglieri): Batista Linardi.
*Gerard Michenaud (Pieter): Maria Inês.
*Eric Lord (lojista): Renato Restier.
*Todd Martin (o pai): Waldyr Guedes.
*Lynn Wood (a mãe): Gessy Fonseca.


**Participam os dubladores: Judy Teixeira, José Soares Flávio Galvão  e Emerson Camargo.




10 - OS  PORTADORES

*Arthur Hill (Janos Passik): Hélio Porto.
*George Takei (Roger Lee): Dênis Carvalho.
*Barry Russo (Tiso Kastner): Astrogildo Filho.

**Participam os dubladores: Sílvio Matos, Batista Linardi e Sílvio Navas.






11 - O FANTASMA DE ZUBROVNIK

*Martine Bartlett (Ariana Domi): Gessy Fonseca.
*Donald Davis (sr. Poliack): Renato Restier.
*Beatrice Straight (Dra. Martha Richards): Judy Teixeira.
*Frank Oberschall (Kroeger): Dênis Carvalho.
*Voz de Kurt (fantasma): Sílvio Matos.




12 - A  FARSA

*Lloyd Bridges (Karson): José Soares.
*Sid Haig (Hidalgo): Astrogildo Filho.
*Alberto Monte (atendente do hotel): Carlos Alberto Vaccari.
*Ken Renard (assistente da gerência do hotel): Xandó Batista.
*Voz do narrador do rádio no carro: Ibrahim Barchini.

**Participam os dubladores: Arakén Saldanha, Dráusio de Oliveira, Dênis Carvalho e Hugo de Aquino Júnior.




13 - ELENA

*Barbara Luna (Elena): Neuza Maria.
*Barry Atwart (Carlos): Arakén Saldanha.
*Abraham Sofaer (Tomás): Renato Restier.
*Valentin DeVargas (Miguel): Aldo César.
*Renzo Cezana (Buena Fortuna): Xandó Batista.
Ann Ayars (sra. Del Barra): Judy Teixeira.

**Participam os dubladores: Batista Linardi e Flávio Galvão.




14 - JOGO DE ESPIÕES

*Albert Dekker (Fithicovik): Bruno Netto.
*Hans Gudegast (coronel Shtemenko): Amaury Costa.
*Joe Sirola (Suverin): Dráusio de Oliveira.
*Edward Colmans (prof. Napolsky): Older Cazarré.


OBS> A abertura deste episódio é realizada por um narrador desconhecido.




15 - O  LEGADO


*Donald Harron (Graff): Carlos Alberto Vaccari.
*Lee Bergere (Alfred Kuderlee): José Soares.

*Bill Fletcher (Max Brucker): Neville George.

*Claude Woolman (Paul Von Schneer): Telmo de Avelar.

*John Crawford (Dr. Lubell): Xandó Batista.

*Patrick Horgan (Erich Wolfe): Flávio Galvão.


OBS 1> A partir deste espisódio o ator Martin Landau passa a ser dublado por Aldo César.


OBS 2> A partir deste episódio a abertura é narrada por Ibrahim Barchini.






16 - O DRAGÃO RELUTANTE

*Joseph Campanella (Dr. Cherlotov): Neville George.
*John Colicos (Iankovski): Telmo de Avelar.
*Mala Powers (Karen): Gessy Fonseca.
*Michael Forrest (Lupesh): Flávio Galvão.
*Elisa Ingram (Sofia): Líria Marçal.
*Alex Rodnet (Prof. Duchinoff): Xandó Batista.
*Norbert Schiller (Lauchek): Amaury Costa.

**Participam os dubladores: José Soares, Carlos Alberto Vaccari, Carlos Campanile e Sílvio Navas.



17 - A  CILADA

*Simon Oakland (Jack Wellman): Arakén Saldanha.
*Arthur Batanides (Tino): Astrogildo Filho.
*Joe Maross (Frank Bates): Carlos Alberto Vaccari.
*Joe de Santis (Vito): Xandó Batista.
*Mort Mills (Al Souchek): Dante Ruy.

**Participa deste episódio a dubladora Magda Medeiros.



18 - O  JULGAMENTO

*Carroll O'Connor (coronel Varshi): Arakén Saldanha.

*David Opatoshu (Anton Kudnov): Dante Ruy.
*Michael Strong (Barsky): Hélio Porto.
*Don Keefer (Zubin): Aldo César.
*Ivan Triesault (Palatinov): Renato Restier.
*Gail Kobe (Lisa Goren): ???
*Paul Lukather (Moisev): Sílvio Matos.


OBS 1> Neste episódio, o ator Martin Landau é dublado por Rolando Boldrin.


OBS 2> Neste episódio, a abertura é narrada por Antônio Celso.




19 - O  DIAMANTE

*John van Dreelen (Henrik Durvard): Bruno Netto.

*Harry Davis (Hans van Meer): Carlos Alberto Vaccari.
*Woodrom Parfey (Henks): José Soares.
*Peter Bourne (Peters): Flávio Galvão.
*Ivor Barry (Ian McCloud): Xandó Batista.

**Participa deste episódio o dublador Amaury Costa.




20 - A  LENDA

*Gunnar Hellstrom (Frederich Rudd): Dante Ruy.
*Gene Roth (Von Cramm): Renato Restier.
*Voz do boneco (comandante Martin Borman): Sílvio Matos.

**Participa deste episódio o dublador Eleu Salvador.


OBS> Neste episódio, o ator Martin Landau é dublado por Rolando Boldrin.



21 - BOLA DE NEVE NO INVERNO

*Ricardo Montalban (Gerard Sefia): Astrogildo Filho.
*Emile Genest (Dr. Kranen): Arakén Saldanha.
*Warren Kemmerling (Raff): Carlos Alberto Vaccari.
*Steven Marlo (Faud): Flávio Galvão.


22 - A  CONFISSÃO

*Pat Hingle (R. J. McMillan): Dênis Carvalho.
*David Shiner (Solowiecheck): Batista Linardi.
*Ken Smith (senador William Tousend): Renato Restier.
*Biff Elliott (guarda): Xandó Batista.
*Robert B. Williams (proprietário): Dante Ruy.

**Participa deste episódio o dublador Magno Marino.



23 - AÇÃO !

*J.D.Cannon (Mikos Klaar): Miguel Rosenberg.
*Tom Troupe (David Day): Flávio Galvão.
*Julian Burton (Petyov): Bruno Netto.
 *Eric Feldary (assistente de direção): Borges de Barros.
*Alfred Shelly (guarda): Dênis Carvalho.


24 - O  TREM

*William Windon (Milos Pavel): Amaury Costa.
*Rhys Williams (1º ministro Larya): Renato Restier.
*William Schallert (Dr. Harrison Selby): José Soares.
*Noah Keen (Androv): Neville George.
*Richard Bull (Don Van): Bruno Netto.
*Booth Colman (Dr. Huss): Flávio Galvão.

**Participam deste episódio os dubladores: Eleu Salvador e Jorge Barcellos.


25 - CHOQUE

*James Daly (Carl Wilson): Amaury Costa.
*Sorrell Booke (Peter Kiri): Renato Restier.
*Stanley Waxman (Davis): Miguel Rosenberg.
*Patrick Michenaud (Duv): Zezinho Cútolo.
*Gerard Michenaud (Fydor): Maria Inês.
*Vic Perrin (Dr. Drake): Carlos Alberto Vaccari.

**Participa deste episódio o dublador Dênis Carvalho.



26 - UM CUBO DE AÇÚCAR

*Francis Lederer (Senko Brobin): Arakén Saldanha.
*Jacques Denbeaux (Deane): Bruno Netto.
*Lou Robb (Doutor): Flávio Galvão.
*Max Kleven (enfermeiro): Osmar Prado.
*Kurt Kreuger (Polya): Eleu Salvador.

**Participam deste episódio os dubladores: Áurea Maria e Hugo de Aquino Júnior.



27 - O  TRAIDOR

*Eartha Kitt (Tina Mara): Áurea Maria.
*Malachi Throne (Brazneck): Amaury Costa.
*Lonny Chapman (Edward Hughes): Borges de Barros.
*Frank Marth (Koler): Wilson Kiss.
*Michael Rye (Belson): Dênis Carvalho.
*Paul Sorensen (guarda): José Soares.
*Ed McCready (operador de teletipo): Xandó Batista.

**Participa deste episódio o dublador Flávio Galvão.



28 - A  VIDENTE

*Barry Sullivan (Alex Lowell): Neville George.
*Milton Selzer (Jan Vormitz): Miguel Rosenberg.
*Richard Anderson (Juiz): Arakén Saldanha.
*Paul Mantee (Mueller): Flávio Galvão.
*Michael Pataki (Ed): Sílvio Navas.

**Participam deste episódio os dubladores: Neuza Maria e Borges de Barros.



**Mais uma extraordinária dublagem da AIC !!!

**Fonte de Pesquisa:

*Site Retro TV*
*Distribuidora Viacom Company*
*Acervo Pessoal*

**Marco Antônio dos Santos**

2 de maio de 2013

DUBLAGEM INESQUECÍVEL (18): TERRA DE GIGANTES




Para realizar mais esta série Irwin Allen gastou na época a quantia de aproximadamente 250.000 dólares por episódio, uma quantia exorbitante nunca utilizada numa série até então, que grande parte foram empregados em diversos e enormes cenários, objetos imensos, nave espacial e uso de muitos outros artifícios para causar o efeito visual desejado.


Alguns objetos devem ter custado uma fortuna, como por exemplo, a criação de uma gigantesca mão que abraçava alguns personagens quando capturados. Além do custo, esta série também exigiu atores em perfeitas condições físicas, usando dublês somente para determinadas cenas consideradas muito arriscadas e perigosas.


Muitas cenas exigiram dos atores grande esforço, além de enfrentarem um ou outro perigo relativamente pequenos e arranhões, pois tinham de subir usando ou descer utilizando enormes fios de telefones, transpor grandes objetos e coisas similares.



Terra de Gigantes foi apresentada originalmente pela rede ABC, nos Estados Unidos, de 22 de setembro de 1968 até 22 de março de 1970, num total de 51 episódios, em duas temporadas.


A série inicia num aeroporto onde um grupo de passageiros embarca na nave comercial "Spindrift" de Los Angeles para Londres no ano de 1983. Nessa época (segundo a série) os aviões já haviam sido substituídas por naves com propulsão atômica capaz de voar a uma incrível velocidade e em imensas alturas chegando a atingir a esfera sub-orbital da Terra.

Após entrar numa dobra espacial acidentalmente, cai num planeta onde todos são gigantes. Este planeta é controlado por um Estado totalitário, controlando tudo e a todos. O nome da polícia especial era SID (Special Investigation Department), cujo Chefe era o inspetor Kobick.


A tripulação, chamada pelos gigantes de "pequeninos", passam por diversas dificuldades, quando ocasionalmente um deles é pego por algum gigante. Criam alguns utensílios, usando barbantes como cordas, pregadeiras ou clips como ganchos.




**DO SUCESSO AO CANCELAMENTO**

A 1ª temporada de Terra de Gigantes obteve um enorme sucesso. Praticamente, antes da série iniciar, Allen já havia produzido 16 episódios. Um dos fatores que foi preponderante para a audiência, foram os roteiros bem uniformes, muito bem escritos e a criação do personagem inspetor Kobick.

Para Terra de Gigantes, Allen contratou Bob e Esther Mitchel, os quais fizeram os roteiros de mais de 50% dos episódios da 1ª temporada.

Seguindo um padrão, mostravam claramente que o mundo dos gigantes era semelhante aos países da antiga "Cortina de Ferro Comunista". Os gigantes eram mais atrasados e para o governo se falava em "nomeações para o conselho supremo", o qual controlava a tudo, uma alusão ao partido comunista da antiga União Soviética.

A 1ª temporada primou com episódios que abordavam até a luta de alguns gigantes para derrubar o regime, além de mostrar o famoso S.I.D., como se fosse a polícia russa KGB.


Podemos citar diversos episódios com muita coesão, como: "Os Guerrilheiros", "Lavagem Cerebral", "A Pedra Mortal", "Sabotagem" e "A Perseguição" entre outros excelentes.


Entretanto, após o término da 1ª temporada, Allen foi surpreendido pela Fox, a qual determinou o corte de gastos para a produção da série. Apesar do imenso sucesso, o estúdio ainda amargava dívidas com o fracasso de bilheteria do filme "Cleópatra" e presumiu que a série poderia ser mais econômica e ter a mesma audiência.


Isso se tornou claro com a redução de cenários e dos estúdios. Até o cenário da nave "Spindrift" foi severamente diminuído. Dessa forma, os roteiros também teriam que se ajustar à nova realidade.


Bob e Esther Mitchel, os maiores responsáveis pelo sucesso dos episódios da 1ª temporada, se recusaram a alterar o estilo que haviam criado e se afastaram da série temporariamente.


Com os prazos vencendo, Irwin Allen recorreu a outros roteiristas (muitos que já haviam trabalhado com ele nas séries anteriores).




A 2ª temporada passa assim a ter episódios irregulares, que iam de excelentes a muito fracos. Para contentar a Fox, Allen acabou ocorrendo no mesmo equívoco que houve com os últimos episódios da série O Túnel do Tempo, ou seja, alguns episódios de Terra de Gigantes se envolvem com alienígenas e até viagens pelo tempo.

A audiência americana começa a decair e Allen convidou até Jonathan Harris para o episódio "O Flautista", mas a série fechou com índices baixos de audiência e, mesmo assim, ainda com um custo muito elevado.

Bob e Esther Mitchel, por força de contrato ainda escreveram cerca de 2 episódios, mas a diferença entre as duas temporadas era enorme.
 Mesmo assim, nesta 2ª temporada há episódios excelentes como: "Seis Horas para Viver", "Peça de Coleção", "Os Andróides", "As Iscas Pequeninas" e "Câmara do Terror", no qual o ator Don Matheson desmaia durante a cena, a qual foi gravada desta forma porque estava no roteiro e só perceberam ao final da filmagem.

Após 51 episódios, Terra de Gigantes foi cancelada e se tornou uma série "cult" em diversos países, principalmente no Brasil.




**TERRA DE GIGANTES NO BRASIL**

No Brasil, a série estreou no dia 02 de março de 1969, às 18h30, aos domingos pela TV Record, a qual reexibia o episódio aos sábados. Terra de Gigantes foi a série que substituiu Perdidos no Espaço no mesmo horário.

Desde o início, Terra de Gigantes foi um grande sucesso e, seguiu uma trajetória de diversas exibições em conjunto quase sempre com Perdidos no Espaço, O Túnel do Tempo e Viagem ao Fundo do Mar. 

Em 1972, a série migra para a Rede Globo, onde foi exibida durante um bom tempo. Entre 1974 e 1976 Terra de Gigantes não foi exibida, mas em 1977, a Rede Globo (ainda com os direitos para exibição), lança a experiência de uma programação matutina. Além de todas as séries de Allen, também foram exibidas as séries A Família Robinson e Daniel Boone.

Em 1979, a TV Tupi já em plena crise econômica traz Terra de Gigantes, pois era garantia sempre de audiência. Com o encerramento das atividades da emissora, a série novamente fica fora do ar durante algum tempo.


Em 1983, Terra de Gigantes já está na grade de programação da TV Bandeirantes, onde ficaria até meados de 1984. Na mesma década, por volta de 1986/87, seria exibida pela TV Guaíba de Porto Alegre, na época uma emissora independente.


Em 1990, com a venda da TV Record para um novo grupo de empresários, Terra de Gigantes retornaria com as demais séries da Fox na sessão criada "Manhã de Aventura", onde foi exibida até meados de 1991, mas retornou em 1992, no horário vespertino (embora somente, desta vez, a 1ª temporada foi exibida).


Em 1993, com a chegada do canal a cabo Fox, Terra de Gigantes voltaria a ser exibida por cerca de dez anos. Posteriormente, ainda foi exibida pela canal a cabo FX e pela Rede Brasil.


Com pequenos intervalos, Terra de Gigantes retornou sempre às emissoras com audiência garantida nesses últimos 40 anos.





**A DUBLAGEM DA AIC**



Conforme informações de alguns dubladores, Terra de Gigantes teve a direção de dublagem de Dráusio de Oliveira, o qual escalou de forma brilhante os dubladores dos personagens principais.
O fato da série não ter sido muito longa fez com que não houvesse alterações no elenco de vozes, deixando-o bem uniforme.

**ELENCO / DUBLADORES FIXOS /**



*Gary Conway (Capitão Steve Burton):
Dráusio de Oliveira.

*Don Matheson (Mark Wilson): 
João Paulo Ramalho.

*Don Marshall (Dan Erickson): João Ângelo.

*Deanna Land (Valerie Scott): Isaura Gomes.

*Stefan Arngrin (Barry): Aliomar de Matos.

*Kurt Kazzner (Fitzhug ): José Soares.

*Heather Young (Betty Hamilton): Sandra Campos.

*Kevin Hagen (inspetor Kobick): 
Osmiro Campos e Francisco José (em 1 episódio).

*Narração da abertura: 

Carlos Alberto Vaccari e Francisco Borges (em alguns episódios).



Sem dúvida alguma, todos, sem exceção, realizaram um trabalho merecedor de aplausos. Destacamos a experiência de José Soares com o personagem Fitzhug, e o profissionalismo de todos envolvidos.
A direção de dublagem de Dráusio de Oliveira foi exemplar e, a cada episódio, todos os dubladores ficaram muito mais integrados aos seus personagens, como Osmiro Campos que deu a interpretação não só de um simples vilão, mas até de um policial obsecado e sádico.

Os dubladores escalados para dublarem os convidados tiveram um desempenho tão perfeito, que também pareciam integrarem o elenco fixo.

Entre vários convidados, destacamos: Aldo César, Flávio Galvão, Wilson Ribeiro, Eleu Salvador, Francisco José, Marcelo Ponce, Rita Cleós, Lucy Guimarães, Dulcemar Vieira, Judy Teixeira, Borges de Barros, Carlos Campanile, Sílvio Matos, entre muitos outros.

Uma dublagem reconhecidamente bem realizada, a qual é impossível  apagar de nossas mentes ao assistirmos Terra de Gigantes. Para o fãs da boa dublagem brasileira e da AIC, foi mais um marco histórico do estúdio.

Para os admiradores dessa dublagem, se tona até "estranho" assistirmos no original.

Parabéns a todos que deixaram o seu trabalho eternizado !

Os fãs agradecem de coração !



**VAMOS RELEMBRAR A DUBLAGEM DE TERRA DE GIGANTES**


**PRIMEIRA TEMPORADA**

Participa Osmiro Campos dublando o inspetor Kobick.


**SEGUNDA TEMPORADA**

Participam os dubladores Dulcemar Vieira, Sílvio Matos e Aldo César.



*Fonte de Pesquisa:*Site Retro TV*

*Revista Intervalo: março de 1969*
*Revista Amiga: fevereiro de 1977*
*Site oficial Land of the Giants*
*Acervo Pessoal*


**Marco Antônio dos Santos**