31 de julho de 2011

MEMÓRIA AIC (12): SHANE


Shane foi uma série de televisão do gênero western baseado num livro de 1949, de mesmo nome, escrito por Jack Schaefer e que pouco tempo depois, transformou-se num filme, dirigido e produzido por George Stevens, apresentado pela primeira vez em 23 de abril de 1953.

No Brasil, este filme é  conhecido pelo título de “Os Brutos Também Amam”, que inclusive foi colocado em 69º lugar numa lista de 1997, nos 100 melhores filmes de todos os tempos da AFI. Na revisão de 2007, ficou colocado na posição 45.

O filme contava a história de um misterioso cowboy chamado Shane, interpretado por Allan Ladd, que chegava numa pacata cidade do Velho Oeste, onde pequenos sitiantes lutavam para manter suas terras contra os poderosos criadores de gado, que controlavam boa parte deste local.

                                                          

O filme ganhou vários prêmios como um Oscar na categoria de melhor fotografia colorida em 1954 e também recebeu outras indicações, inclusive uma indicação ao prêmio BAFTA de 1954, no Reino Unido.

Baseado no livro e nesse filme, Herschel Daugherty e Gary Nelson desenvolveram uma série de televisão, através da Paramount Pictures Television. A série foi apresentada originalmente nos Estados Unidos pela rede ABC, entre 10 de setembro a 31 de dezembro de 1966, num total de 17 episódios, de aproximadamente 50 minutos.


O seriado narrava as crônicas que tinha início quando Marian Starett, depois da morte de seu marido, assumia a árdua tarefa de continuar a criar o seu filho Joey, assim como proteger a fazenda de um barão de terra muito cruel chamado Rufe Ryker, que não via a hora de tomar posse das terras da viúva.

Tudo ficaria muito fácil para Ryker, caso Marian não contratasse um vaqueiro forasteiro chamado Shane, que preocupado com a condição da viúva, resolve defender as terras dos malfeitores, assim como servir como uma figura paterna para o pequeno Joey.

 ** A SÉRIE NO BRASIL **

Assim como nos Estados Unidos, Shane não conseguiu o êxito do filme com Allan Ladd. A série estreou em 1968 pela TV Bandeirantes, mas seus 17 episódios não encorajaram outras emissoras a exíbi-la. Isso ocorreu porque concorriam, na mesma época, séries de western de enorme sucesso como: Bonanza, Big Valley, James West, etc, onde os roteiros eram bem finalizados. O equívoco da série Shane foi ter sido talvez muito fiel ao filme e as histórias não se desenvolveram, ficaram presas aos poucos personagens criados.

Mesmo assim, no início da década de 1970, a série foi exibida pela TV Record, a qual envolta numa crise financeira, adotou filmes e séries, quase exclusivamente, para a sua programação.

Após essa exibição, Shane retornou pela última vez em 1983, através do SBT, que estava iniciando e preenchia a sua programação também com muitas séries.

Hoje, ao assistirmos Shane, notamos que os episódios foram extremamente bem escritos e o elenco bem escolhido, porém , talvez a falta de uma caracterização familiar ofuscou a série.

***A  DUBLAGEM  DA  SÉRIE ***

Mais uma série que recebeu um excelente tratamento dado pela AIC. Devido a série ter apenas 17 episódios, não houve troca de dubladores. Hugo de Aquino Júnior foi o dublador de David Carradine e, certamente, foi um de seus melhores trabalhos na dublagem, de forma contida, séria, nos proporciona um pistoleiro realmente decidido a ser um homem de bem.

Principais atores e dubladores:


David Carradine como Shane: Hugo de Aquino Júnior.

Jill Ireland como Marian Starrett: Isaura Gomes.

Christopher Shea como Joey Starett: ???

Tom Tully como Tom Starret: Wilson Kiss.

Bert Freed como Rufe Ryker: João Ângelo.

Sam Gilman como Sam Grafton: Aldo César.


**Aqui, temos um episódio completo de Shane, gravado da extinta Tv Iguaçu de Curitiba, antes de se integrar à rede do SBT.

**Participam deste episódio os dubladores Arquimedes Pires e Muíbo César Cury**

**PARTE 1 /
video


**PARTE 2 /
video


**PARTE 3 /
video


**PARTE 4 /
video


**PARTE 5 /
video


**Fonte de Pesquisa: Site TV Sinopse e Acervo Pessoal.

**Marco Antônio dos Santos**

0 comentários:

Postar um comentário