17 de março de 2011

MEMÓRIA AIC (10): GUERRA, SOMBRA E ÁGUA FRESCA



Guerra Sombra e Água Fresca foi uma série que fez humor com um assunto sério: os campos dos prisioneiros durante a Segunda Guerra Mundial. Situações patéticas e fugas desastradas eram frequentes nesta série criada por Albert S. Ruddy (também responsável pela série Texas Ranger de 1993) e Bernard Fein.

Guerra Sombra e Água Fresca, que foi ao ar no período de 1965 a 1971, num total de 168 episódios, produzidos pela Paramount Television para rede americana de televisão CBS.


 No Brasil, o seriado estreou na extinta TV Excelsior, em 1968, migrando depois para a extinta TV Tupi e, posteriormente, já entre 1970 a 1972 pela TV Bandeirantes.


Em 1987/88 foi exibido pela antiga TV Guaíba de Porto Alegre, na década de 1990 pelo canal a cabo Multishow, porém legendado, e, por último, em 2006, pelo extinto Canal 21.

A história de Guerra Sombra e Água Fresca acontece durante a 2ª Guerra Mundial, quando os prisioneiros do Campo 13 gerenciam um esquema de espionagem, sabotagem e planos de fugas de membros da resistência e dos soldados aliados abatidos durante combates.


Aprisionado em plena Alemanha, o coronel Hogan transformou sua prisão em uma ativa base secreta dos aliados. Ele liderava uma equipe de agentes em diversas missões e promovia fugas para outros prisioneiros (vindos de outros campos) bem debaixo do nariz do Coronel Willhelm Klink e seu ajudante o Sargento Hans Schultz.


Assim, militares ingleses, americanos, franceses, irlandeses, holandeses e belgas, prisioneiros de guerra dos alemães, saíam e voltavam à prisão quantas vezes fosse possível, debochando da onipresente e poderosa força alemã.


 Hogan costumava ter idéias mirabolantes para extrair informações do Coronel Klink e seu auxiliar Schultz, mas esse, por sua vez, que era testemunha constante do que ocorria no Campo, sempre dizia: "Eu não escutar nada, não ver nada!".




Na equipe de Hogan encontravam-se os oficiais Louis LeBeau, um francês mestre da cozinha; Peter Newkirk, um inglês mestre dos jogos de azar; o Sargento James Kinchloe, um americano negro que tentava em vão passar-se por alemão, mas que era mestre na operação de um radioamador montado em uma caixa de madeira; e o Sargento Andrew Carter, um americano meio "lento das ideias", mas de bom coração.



**A DUBLAGEM NO BRASIL**


Foram produzidas 6 temporadas de Guerra, Sombra e Água Fresca, mas no Brasil foram dubladas e exibidas somente as 3 primeiras temporadas, num total de 92 episódios. O curioso desse fato é que cada temporada foi dublada por um estúdio diferente. A 1ª temporada pela AIC, a 2ª pelo estúdio CineCastro e a 3ª pelo estúdio Herbert Richers, mas sempre Neville George dublou Hogan em todas elas.

A dublagem na AIC foi realizada entre 1966/67 e Neville George se adaptou perfeitamente ao personagem. Em 1968, quando se transfere para o Rio de Janeiro, a distribuidora da série, na época, quis mantê-lo como dublador "oficial" de Hogan e, assim, Neville George dublou o personagem nos 3 estúdios.

Outra curiosidade sobre a dublagem da AIC é com referência à abertura da série. Segundo informações que obtivemos da Network, atual distribuidora da série, foi inserida outra abertura, pois a da 1ª temporada se perdeu completamente. Assim, temos a abertura, com a voz de Ricardo Marianno do estúdio Herbert Richers para a 1ª temporada, porém ainda em alguns episódios se pode ouvir Ibrahim Barchini narrando o título.

Além de Neville George, destacam-se todos os demais dubladores, especialmente, Waldyr Guedes para o coronel alemão e Marcos Plonka para o sargento Schultz, fantásticas interpretações. Há ainda as participações de Dênis Carvalho, Osmar Prado, Olney Cazarré, Ary de Toledo e Rita Cleós.


**ATORES / PERSONAGENS / DUBLADORES / 1ª TEMPORADA


**Bob Crane (Robert E. Hogan): Neville George.


**Werner Klemperer (Wilhelm Klink): Waldyr Guedes.


**John Banner ( Hans G. Schultz) : Marcos Plonka.


**Robert Clary ( Louis LeBeau) : Olney Cazarré.


**Richard Dawson (Peter Newkirk): Dênis Carvalho.


**Ivan Dixon (James Kinch) : Ary de Toledo.


**Larry Hovis (Sgt. Andrew Carter) : Osmar Prado.


**Cinthia Lynn (Helga): Rita Cleós.



**Para reelembrarmos a dublagem da 1ª temporada, realizada pela AIC, temos aqui dois episódios completos:

VÍDEO 1:




VÍDEO 2:



**Marco Antônio dos Santos**

0 comentários:

Postar um comentário