17 de novembro de 2010

DUBLAGEM INESQUECÍVEL (07): OS FLINTSTONES



Este desenho, que se passa na idade da pedra, foi o primeiro a passar em horário noturno da TV americana. Criado pela dupla Hanna-Barbera em 1960, teve um total de 166 episódios, com 6 temporadas, até 1966. Já foi visto por mais de 300 milhões de telespectadores em oitenta países, assim como o desenho foi dublado em 22 idiomas.


No Brasil, foi exibido inicialmente pela extinta TV Tupi e depois praticamente esteve em todas as emissoras abertas. Houve um determinado período em que já foi transmitido simultaneamente pela tv a cabo e também tv aberta.


A base principal do desenho está na família Flintstone e nos seus vizinhos, os Rubbles. Eles moram na cidade de Bedrock, uma cidade com 25000 habitantes, no ano 1.040.000 A.C. Fred Flintstone é o personagem principal da série, casado com a dona de casa Wilma e pai da doce Pedrita. Ele vive se metendo nas mais variadas trapalhadas e furadas junto com seu melhor amigo, Barney Rubble, casado com a também dona de casa Bety e pai do forte Bam-Bam.


Juntos, Fred e Barney se envolvem em todo o tipo de confusão, causando as mais hilárias situações. Por sua vez, Bety e Wilma também são melhores amigas e cúmplices, sempre dispostas a ajudar uma a outra e seus atrapalhados maridos. Na maioria das vezes, são elas quem tiram Fred e Barney das confusões.


Esse é um dos maiores desenhos de todos os tempos, que se transformou num enorme sucesso no mundo todo, reforçando cada vez mais a competência da dupla William Hanna e Joseph Barbera. Idolatrado por crianças, jovens, adultos e idosos, "Os Flintstones" é uma referência de sucesso.



** A DUBLAGEM GRAVASOM / AIC **


A 1ª temporada de Os Flintstones foi dublada ainda no estúdio Gravasom, realizada em 1961. Mas, o estúdio ainda era bem modesto e, sendo assim, a Screm Gems, de propriedade da Columbia Pictures, que foi a primeira empresa a distribuir e dublar programas para a televisão brasileira tomou algumas providências quanto à dublagem.


Primeiramente, havia o problema dos equipamentos muito precários do estúdio: microfones, projetores, etc, os quais produziam uma dublagem muito abafada, já com ruídos. Com o enorme sucesso nos Estados Unidos, a Columbia Pictures praticamente patrocinou novos equipamentos especificamente para a dublagem do desenho.


Eis a grande resposta para muitas dúvidas: infelizmente as dublagens do estúdio Gravasom praticamente inexistem , porém como a 1ª temporada de Os Flintstones resistiu ao tempo, aos maus tratos de tantas emissoras por onde foi exibido ?
A nitidez do áudio está excelente, porque além de terem sido bem conservadas, o equipamento para a dublagem era outro.


Já em seus dias finais, para se transformar em AIC, Mário Audrá percebeu que havia a necessidade de se renovar o equipamento, deixando uma dublagem uniforme no áudio. Equipamentos, parecidos com os da Columbia Pictures foram adquiridos e , assim, os 4 estúdios da AIC iniciam com um áudio diferenciado dos demais estúdios de dublagem.
Podemos verificar isso simplesmente comparando com o áudio das demais dublagens da época realizadas por outros estúdios, onde já eram exibidas séries e até filmes com alguns problemas de áudio baixo ou até chiado.


Na realidade, o desenho Jambo e Ruivão foi o primeiro de Hanna Barbera a ser dublado pela Gravasom, mas cuja dublagem não resistiu, já estando pessimamente redublado.




Felizmente, a 1ª temporada de Os Flintstones ganhou , devido à sua audiência americana, um tratamento específico, o qual trouxe o mesmo nível sonoro para a futura AIC.


A Columbia Pictures foi criteriosa também para a escolha do dubladores iniciais. Tanto a tradução, como a direção de dublagem da 1ª temporada ficou a cargo de Waldir de Oliveira, que escolheu perfeitamente as vozes, de acordo com as vozes americanas.
É lógico que como o desenho teve 6 temporadas, algumas alterações foram necessárias, mas sempre a linha inicial estabelecida foi mantida e ao completar 50 anos no dia 30 de setembro de 2010, também parabenizamos este trabalho inesquecível realizado.




Muitos sites especializados ainda persistem em equívocos na relação de dubladores, mas o fato é que segundo a dubladora Aliomar de Matos, o terceiro dublador de Barney foi Neville George, comprovado também pelo dublador Carlos Campanile. Não sabemos até hoje como surgiu o nome de Chiquinho Ferrão como sendo a 3ª voz de Barney.


**PROPAGANDA DE ESTRÉIA : 22/01/1962**



**OS DUBLADORES**


*FRED FLINTSTONE: Marthus Mathias - (1ª voz) e Alceu Silveira (2ª voz).
*WILMA FLINTSTONE: Helena Samara.
*BARNEY RUBLE: Rogério Marcico (1ª voz) - Waldyr Guedes (2ª voz) e Neville George (3ª voz).
*BETTY RUBLE: Nícia Soares (1ª voz) - Laura Cardoso (2ª voz) e Aliomar de Matos (3ª voz).
*PEDRITA: Maria Cristina Camargo (1ª voz) e Aliomar de Matos (2ª voz).
*BAM-BAM: Older Cazarré (1ª voz) e Maria Inês (2ª voz).
*GAZOO: Wilson Ribeiro.
*SR. PEDREGULHO: houve diversos dubladores, um dos mais frequentes foi o próprio Waldir de Oliveira.


Assim como os americanos festejam esse cinquentenário, nós deveríamos também homenagear as vozes brasileiras que deram a alma aos personagens que encantaram tantas gerações !


**REVENDO A DUBLAGEM MAGISTRAL DE OS FLINTSTONES**






**Marco Antônio dos Santos **

5 comentários:

rodineisilveira disse...

Marco Antônio,

Lembro-me de ter lido um artigo de 90 na extinta Folha da Tarde, escrita pelo Wladir Dupont a respeito dos 30 anos dos Flintstones, onde ele cita a estréia deste grande sucesso da Hanna-Barbera, aqui no Brasil, pela saudosa Rede Tupi.

rodineisilveira disse...

Ah, não podemos nos esquecer também do menino Arnoldo, que distrbuía os jornais na vizinhança dos Flintstones. Na dublagem clássica da AIC, ele era freqüentemente dublado pelo saudoso Garcia Neto.
Mas teve um episódio d'Os Flintstones onde o Arnoldo foi dublado por outra voz lendária da AIC: Magno Marino (com a mesma caracterização do Catatau).

Francisco Carlos disse...

Acho inesquecíveis as primeiras vozes de Wilma,Betty,Fred e Barney...O Barney de Rogério Márcico e o Fred de Matheus Mathias são insuperáveis.

Rogério D Amélio disse...

Eu gostava mais da dublagem do Alceu Silveira na voz do Fred. mas posso dizer que ~soa épocas de ouro da televisão, que, quem viveu nesta época podem se considerar abençoados

rodineisilveira disse...

Além do Waldir de Oliveira, outros dubladores que dublaram o Sr. Pedregulho foram os seguintes: Older Cazarré, Waldir Guedes, José Carlos Guerra, Miguel Rosenberg e Carlos Alberto Vaccari.
No áudio em inglês, ele foi dublado pelo John Stephenson (que faleceu no ano passado).

Postar um comentário