29 de novembro de 2010

DUBLADOR EM FOCO (103): JOSÉ CARLOS GUERRA





ESCLARECIMENTO: Este trabalho foi realizado em conjunto com Ivan Betarelli, e o auxílio de Marcelo Almeida e dos dubladores: Nelson Machado, Carlos Campanile e Nair Silva.

Tentamos localizá-lo pelos meus meios de pesquisa, mas nunca obtivemos sucesso. Chegamos até a encontrar alguns homônimos, mas não era a pessoa que queríamos encontrar. Praticamente já havíamos desistido, até que surgiu um fato novo: Marcelo Almeida havia escutado a voz dele numa ponta em um filme feito no estúdio Clone, mais ou menos no final de 2008. Isto foi um susto! Ele tinha voltado a dublar! Em seguida foi o Nelson Machado, que postou em seu site que “depois de mais de 20 anos reencontrei o José Carlos Guerra, o Gonzo do Muppet Show na BKS”.

Foi uma nova pista. E certeira. Mais do que depressa, contatei o Nelson por e-mail, que disse que o Guerra estava dublando com frequência na BKS.

Gentilmente, Daniela Piquet me informou o seu número de telefone celular. Daí para a frente foi uma questão de dias para conseguir um contato direto do ator. Ivan telefonou pra ele no dia 10/10/2010, um domingo à noite, sendo muito bem atendido por José Carlos Guerra.
Citando as séries japonesas, se lembrou de imediato, comandadas por Líbero Miguel, e até comentou que foi nesta época que ele parou. Ah, e a voz continua a mesma! Mudou muito pouco! Além do seu grande sucesso na AIC: o Comissário Gordon em Batman.

Atualmente está morando numa cidade próxima a São Roque – SP. Ficou contente em saber que existem pessoas que lutam para que a chama desta parte da história artística do Brasil mantenha-se acesa, e o Ivan, sabiamente, respondeu que a cooperação dele, caso ele aceitasse, seria de uma riqueza grandiosa, já que ele havia vivido e acompanhado de perto uma parte da história que muito pouco se tem informação hoje em dia.

Jefferson Vieira, seu filho, passou a fazer contato conosco e, desta forma, conseguimos esta imagem tão valiosa, de um dos rostos que muitos fãs gostariam de conhecer.

** O timbre da voz perfeito para dublar Comissário Gordon **

José Carlos Malmagro Vieira , mais conhecido como Guerra , nasceu em 03 de dezembro de 1944, iniciou sua carreira na tv Tupi como ator por algum tempo, mas o que gostava mesmo era de dublagem. Depois de também passar pela Rádio São Paulo, seguiu para AIC em meados da década de 1960.

Seu maior sucesso na AIC, foi a voz do Comissário Gordon na série Batman, personagem em que deu um tom bem grave para a voz, voltaria a fazer esse personagem também no desenho.

Outro personagem fixo que teve foi Abner, porém somente na 7ª temporada da série A Feiticeira e, em poucos episódios, uma vez que o personagem foi cancelado na temporada seguinte.
Mas fez diversas participações em filmes e séries de tv: Daniel Boone, Lancer, Jeannie é um Gênio, etc.

** Abner: na 7ª temporada de A Feiticeira **

Na década de 1970 foi diretor no estúdio Álamo.


Deixou a dublagem no final da década de 1980, permanecendo por mais de 20 anos sem dublar. Isto ocorreu em 1987, já depois que a dublagem do trio inicial trazido pela Everest Vídeo (Jaspion, Changeman e Dolbuck) tinha sido finalizada. Por este motivo, em nenhuma outra produção a partir de Flashman ouvimos a voz de José Carlos Guerra.


Um grande abraço ao Jefferson, por ter colaborado inicialmente com a imagem e algumas informações, e ao próprio Guerra. Seu trabalho fez parte das nossas vidas e de tantos outros fãs ao longo do tempo que é o mínimo que podemos proporcionar a você, talentoso ator/dublador. Muito obrigado, por demonstrar a sua arte na dublagem por tantas gerações: José Carlos Guerra!



**Uma de suas dublagens mais marcantes: Comissário Gordon.



**EPISÓDIO: "A DERROTA DO MENESTREL"


**EPISÓDIO: "RASTROS DE BATMAN"



** Marco Antônio dos Santos **

1 comentários:

Arquimedes Estrázulas Pires disse...

Inacreditável! José Carlos Guerra!!!!!
Coloque esse caboclo em contato comigo, Marco Antônio; preciso matar a saudade desse guapo que escorou comigo tanta estante enquanto dublávamos a série Daniel Boone, no Templo da Dublagem (A.I.C.).
Grande abraço, Guerra! Vida longa, amigo velho!
Paz e Luz!

Postar um comentário