3 de fevereiro de 2010

DUBLADOR EM FOCO (77): GERVÁSIO MARQUES


Gervásio Marques iniciou sua carreira artística na década de 1950, onde começa a fazer pontas no cinema. Ao mesmo tempo, o teatro também o atraía e assim procura ser percebido, principalmente pelo TBC. Entretanto, sua carreira começa realmente com o filme "Macumba na Alta" de 1958, onde pela primeira vez obtém um personagem com mais destaque.

Naquela época, a dublagem iniciava no Brasil e Gervásio Marques inicia também esta atividade artística no antigo estúdio Gravasom. É ali, que participa de diversos filmes e séries da época, se aprimorando mais. Mesmo com frequência na dublagem, a sua paixão era o teatro e o início da década de 1960, traz a sua grande oportunidade de integrar o Teatro de Arena. Embora, nunca tenha sido o ator principal de uma peça, mas estava integrado ao elenco e à filosofia do Arena.

Durante alguns anos, Gervásio Marques se dividia entre o teatro e a dublagem no estúdio Ibrasom principalmente.

O golpe militar de 1964 traz uma censura fortíssima às peças de teatro, principalmente ao Teatro de Arena, onde a crítica social e política era predominante. Dessa maneira, Gervásio Marques faz como tantos outros e vai para a televisão, onde as novelas ainda precariamente iniciavam, porém uma maneira de se ocultar à perseguição do regime militar e ter trabalho. Paralelamente, continua na dublagem, se dividindo entre os estúdios Ibrasom, Odil Fono Brasil e AIC.


**A 2ª voz de James na série A Feiticeira**
 
É na AIC que logo surge uma grande oportunidade com um personagem já com enorme sucesso: James, o marido mortal da feiticeira Samantha. Repentinamente, Sérgio Galvão que fizera a 1ª temporada da série necessitou se afastar da dublagem e Gervásio Marques assume o personagem na 2ª temporada.

Assim que termina a dublagem de A Feiticeira, outro personagem de enorme sucesso surge: Batman, onde o dubla nas duas primeiras temporadas em que a série foi dublada pela AIC.


*A voz de Batman nas duas primeiras temporadas*




Mas Gervásio Marques também fez personagens convidados em diversas séries da época: Viagem ao Fundo do Mar, Jeannie é um Gênio e Daniel Boone foram as mais frequentes, onde também exercitou dublar vilões.

Suas participações em novelas foram aumentando o que, de certa maneira, não deixou muito mais tempo para a dublagem. Voltaria a ter um outro personagem fixo no início da década de 1970 na série O Homem Invisível, sendo a voz do Dr. Daniel Weston.

Trabalhos na TV:

A Viagem (TV Tupi 1975/1976)
Vidas Marcadas (TV Record, 1973)
A Menina do Veleiro Azul (TV Excelsior, 1969/1970)
As Professorinhas (TV Record, 1968)
O Ébrio (TV Globo, 1965/1966)
Marina (TV Globo, 1965)
Cadeia de Cristal (TV Paulista, 1965)
Tortura d'Alma (TV Paulista, 1964)

Principais trabalhos em dublagem:

Batman (1ª e 2ª temporadas)
James em A Feiticeira (2ª temporada)
Dr. Daniel Weston em O Homem Invisível.
Vários personagens secundários no desenho Pica-pau
e participações dublando atores convidados.

Trabalhos no Cinema:

O Cangaceiro Sanguinário (1969)
Macumba na Alta (1958)
dentre outros.


Após o término da novela A Viagem, em 1976, não encontramos mais nenhum registro de seu trabalho como ator. Há indícios que tenha retornado à dublagem na década de 1980, participando das séries japonesas da época, porém muitos de seus companheiros de trabalho informam que Gervásio Marques faleceu também na mesma década.

Gervásio Marques faleceu em fevereiro de 1999 na cidade de Florianópolis, onde residia, já aposentado.


**AQUI: O SEU PERSONAGEM DE MAIOR SUCESSO: BATMAN**


**EPISÓDIO: "AINDA A MULHER GATO"
video



**EPISÓDIO: "AINDA A MULHER GATO - PARTE 2"
video



**VAMOS RECORDAR GERVÁSIO MARQUES COMO JAMES NA 2ª TEMPORADA DE A FEITICEIRA**
video




** Marco Antônio dos Santos **

1 comentários:

Valéria disse...

Mais uma informação a acrescentar: seus últimos trabalhos como dublador foram em GANDHI e EM ALGUM LUGAR DO PASSADO, nos quais ele dublou os protagonistas.

Postar um comentário