26 de novembro de 2009

DUBLADOR EM FOCO (73): HUGO DE AQUINO JÚNIOR


***Hugo de Aquino Júnior marcou uma grande presença na AIC, entre 1966/71.Fez inúmeros convidados em diversas séries de tv, desenhos e filmes que marcaram toda uma geração. Na internet, nem sequer é mencionado. Assim, o dublador Arquimedes Estázulas Pires, gentilmente, nos enviou um texto sobre o amigo de bancada, do qual nada sabíamos desde a década de 1970.
Àqueles que quiserem conhecer melhor sobre este dublador, leiam a entrevista que ele concedeu a este blog.

"Vivíamos na cidade de São Paulo onde, mesmo nos anos de 1960/1970, pretender conhecer um pouco mais da vida, dos usos e costumes de alguém que se conhecia, ainda que trabalhássemos juntos, era coisa proibida; absolutamente proibida!

Saber onde moravam as pessoas com quem dividíamos alguns compromissos do dia-a-dia, então, nem pensar!
Durante as dublagem de Macunaíma, na Odil Fono Brasil, Grande Otelo comentou: “Pôxa! Já estou aqui em São Paulo há mais de vinte dias e ninguém ainda me convidou pra tomar “uma” em casa, pô; no Rio isso teria acontecido no primeiro dia de dublagem!”

Eram os primeiros ensaios para essa hiperproteção necessária para quem vive em cidades tão grandes quanto a nossa belíssima Metrópole desvairada; lembro-me ainda de um tempo em que morei em um prédio de apartamentos na Av. Moreira Guimarães, no Aeroporto, próximo à velha TV Record; dois apartamentos por andar. Dois apartamentos!
Em oito anos tive o prazer de cumprimentar e ser cumprimentado pelo meu único vizinho, não mais do que quatro ou cinco vezes; puro instinto de conservação! Dele e meu, claro! Um sentimento recíproco, ainda que a vontade fosse de apertar os laços, fazer-se amigos, confraternizar! Mas, para viver seguro, em São Paulo era preciso ser previdente.
Era a vida na mais querida cidade do mundo, há quarenta ou cinquenta anos; e não havia outra!
Os amigos moravam sempre muito longe; uma distância prudente, digamos assim.




**Uma dublagem perfeita para o personagem Tico-Mico**


Os meus amigos mais próximos, literalmente mais próximos, moravam à coisa de um quilômetro ou um quilômetro e meio; era o caso de Flávio Galvão,que morava em Indianópolis.
Pela ordem vinham Rita Cleós, Lucy Guimarães, Ézio Ramos e Gilmara Sanches, que moravam no Bixiga, distantes mais ou menos 14 quilômetros de onde eu morava; a A.I.C. era na Lapa, do outro lado da cidade.

Nunca fiquei sabendo onde morava o meu querido amigo Hugo de Aquino Júnior, o homem da voz de veludo, que dublou inúmeros galãs, vilões e depois mudou de ramo, como eu mesmo, indo trabalhar em uma multinacional de petróleo. Também nunca mais nos vimos ou soubemos notícias, um do outro.

Seu João Valério, o nosso bom “seu João”, costumava atravessar a rua Tibério e andar mais uns vinte metros, carregando sob um dos braços o Hugo de Aquino e sob o outro braço, eu. E olha que o Hugo era um cara de mais ou menos 1,75 m de altura e uns 70 quilos de peso, imagino; eu, um pouco mais baixo, mas ainda assim pesando em torno de 65 quilos! Seu João Valério já estava na casa dos 80 anos de idade, nessa época!

Hugo de Aquino Júnior dublou muitos atores convidados, na Série Daniel Boone e sempre foi um dos mais escalados nos velhos RKOs, os longa metragens tão apreciados pelo telespectador brasileiros, naqueles tempos do cinema de qualidade, enredo e roteiro. Mas também fez muitos “Lancer”, “Chaparral”, "O Túnel do Tempo", "Perdidos no Espaço", "Terra de Gigantes", "A Feiticeira", "Os 3 Patetas"........
Muito amigo de Olney Cazarré e Carlos Alberto Vacari, Hugo de Aquino Júnior estava sempre presente nas rodas de piada, cafezinho e brincadeiras. Com suas camisas de “banlon”, pra ressaltar o físico jovem, Hugo sempre estampava no rosto um sorriso ingênuo, de quase guri, ao conversar ou se dirigir a uma companheira de trabalho; jamais houve qualquer comentário sobre deslizes comportamentais do meu amigo!

Minha amiga Zaide, de quem também nunca mais tive notícias, chamava o Hugo de “Bebê Johnson”; a Zaide era a moça das escalas de elenco.
Em 1970, Hugo de Aquino Júnior foi um dos primeiros a abandonar a dublagem por pura necessidade de sobrevivência, quando a crise econômica se consolidou na A.I.C.; aquela crise comentada pela Dalete, de períodos de seis meses só na base do vale e sem perspectivas de melhora.
O Hugo de Aquino Júnior ingressou no IPEM, Instituto de Pesos e Medidas, e nunca mais soubemos dele! Torço para que tenha sido feliz e continuo torcendo pra isso."

** Arquimedes Estrázulas Pires **


** A VOZ DE DAVID CARADINE NA SÉRIE SHANE **

**Aqui relacionamos algumas participações em séries de tv:

- dublou o ator David Caradine (personagem principal) na série Shane.

- dublou o personagem Tico Mico no desenho Peter Potamus e Tico Mico.


- foi um dos vilões mais escalados para os episódios de Os 3 Patetas-


- em Viagem ao Fundo do Mar também ganhou vários vilões: um dos mais célebres foi a dublagem do "Homem de muitas Caras" na 4ª temporada-

-em Terra de Gigantes, Lancer e Daniel Boone fez diversos personagens mais truculentos-

-em Perdidos no Espaço foi esplêndido ao dublar o alienígena no episódio "Ataque à Terra" da 3ª temporada-


-também participou de comédias em Agente 86, Jeannie é um Gênio e A Feiticeira-


-dublou diversos filmes e alguns desenhos-


** Hugo de Aquino Júnior, atualmente, ainda desempenha as suas funções no IPEM.**

**Uma grande interpretação na dublagem do personagem Shane:
video


***Aqui, dublando o personagem Tico-Mico ao lado de José Soares no desenho Peter Potamus e Tico-Mico:
video

**Neste trecho de um episódio de A Feiticeira, Hugo de Aquino Júnior dubla o ator Michael Ansara como "Rufus, o ruivo".
Uma atuação ótima !
video

**Marco Antônio dos Santos**

0 comentários:

Postar um comentário