23 de outubro de 2009

DUBLADOR EM FOCO (69): FRANCISCO JOSÉ


Francisco José Correa nasceu em agosto de 1940. Ainda bem jovem a carreira artística estava florecendo e procurou diversos caminhos para ser ator. Sua chance maior para a televisão viria com o seriado Águias de Fogo, uma produção de Ary Fernandes, o mesmo produtor de O Vigilante Rodoviário. Apesar de não obter o mesmo sucesso que o seriado anterior, o jovem ator começava a se dar conta da sua correta escolha para a carreira.


Águias de Fogo necessitava ter um acabamento sonoro na AIC. Ainda precariamente, eram quase impossíveis de realizar externas com o som direto. Assim, os atores eram chamados para dublarem seus próprios personagens. Na época, segundo consta, Garcia Neto era o responsável, como diretor para a dublagem, e ocorre um fato curioso: apesar do empenho de Francisco José, ele foi aconselhado pelo diretor a que nunca tentasse a carreira de dublador, pois ele tinha vontade, mas não conseguiria transpor as suas dificuldades.

O tempo passou e Garcia Neto se afastou por um período da AIC. Nessa mesma época, a AIC estava procurando novas vozes e Francisco José inicia dublando pequenas pontas e depois personagens convidados em séries e em filmes. Há diversas participações nas séries Daniel Boone, Terra de Gigantes, Lancer, etc.

Um dia, houve a necessidade de escolher uma outra voz fixa para o personagem Chefe Sharkey da série Viagem ao Fundo do Mar na 4ª temporada, e Dráusio de Oliveira o escalou para este personagem. Desta feita, Francisco José fora escolhido e teve seu primeiro personagem fixo.
Ao reencontrar Garcia Neto, este se divirtia muito com o fato, pois viu que a persistência do jovem dublador demonstrava que ele teria carreira.



**A 4ª voz do personagem Chefe Sharkey na série Viagem ao Fundo do Mar**


E assim a carreira de Francisco José foi se desenrolando. Uma vez com as atividades encerradas da AIC, dubla e dirige no estúdio Álamo e, no início da década de 1980 se transfere para o Rio de Janeiro.

Dublou e dirigiu dublagem durante muitos anos no estúdio Herbert Richers, passando também pela VTI Rio, onde foi o diretor que escalou os dubladores da série Arquivo X e Os Novos Intocáveis.

No Rio de Janeiro, dublou milhares de convidados em séries, filmes e desenhos. Um de seus personagens mais conhecidos foi Pantro em Thundercats. Mas houve All, a imagem virtual que auxiliava o Dr. Becket na série Contratempos. Já, tendo sido exibida apenas pela tv a cabo, dublou o chefe de polícia da série Lei e Ordem. Um de seus últimos trabalhos foi dublar o mesmo chefe de polícia, cujo personagem foi transferido para a série Lei e Ordem: Unidade de Vítimas Especias.




**O personagem All, amigo do Dr. Sam Backet na série Contratempos**


Entretanto, atualmente não estamos ouvindo a sua dublagem, visto que por defender os seus direitos como dublador, não somente os seus , mas também os da classe, foi afastado da dublagem e segue com outro tipo de atividade artística.

Francisco José foi mais um dublador que deu os primeiros passos na AIC e fez uma excelente carreira. Infelizmente, a história de um profissional não é mais levada em conta, somente outros interesses mais escusos!



** AQUI, UM VÍDEO COM UM TRECHO DA SÉRIE DANIEL BOONE, NO QUAL FRANCISCO JOSÉ DUBLA O PERSONAGEM QUE É BALEADO POR REBECA BOONE. FRANCISCO JOSÉ AINDA NO INÍCIO DA CARREIRA DE DUBLADOR NA AIC: 
video


**NESTE OUTRO VÍDEO, FRANCISCO JOSÉ DUBLA UM ALIENÍGENA NA SÉRIE JORNADA NAS ESTRELAS:
video


**Marco Antônio dos Santos**

0 comentários:

Postar um comentário