9 de julho de 2009

DUBLADOR EM FOCO (56): OSMIRO CAMPOS



Nascido em Pelotas/RS, em 18 de abril de 1933, Osmiro Campos começou a carreira como contra-regra em Rádio (Rádio Difusora de Porto Alegre - PRF-4 - dos Diários Associados)

Depois foi locutor na Radio Cachoeira do Sul / RS. Radioator nas emissoras: Rádio S.Paulo, Mundial e Mayrink Veiga e Tupi/RJ
Galã exclusivo das novelas da Colgate-Palmolive (elenco escolhido pela cubana Glória Magadan, que estruturou o departamento de novelas da TV Globo).Rádio Gaucha de Porto Alegre /RS e locutor na Rádio Bandeirantes de SP (1964 a 1966).

Por suas entrevistas pela mídia, sabemos que Osmiro Campos começou a dublar filmes nacionais por volta de 1951. Naquela época, a captação do som para a realização de um filme apresentava enormes problemas e, os nossos técnicos recorriam à dublagem para melhorar a qualidade sonora.


**Osmiro Campos: início da década de 1960**

Com a obrigatoriedade da dublagem para filmes que fossem exibidos em nossa tv, Osmiro Campos encontrou um enorme campo no estúdio Gravasom. Ali, já demonstrou o excelente dublador em episódios da série Além da Imaginação. Há um, especificamente, onde praticamente ele está sozinho: "O Homem Nervoso", onde o personagem conversa com o seu outro ego através de um espelho. Um é fraco, tímido e inseguro, enquanto que o outro é dominador, tirano e até assassino. Uma belíssima aula de dublagem, onde ele mantém o diálogo dos personagens.


Com a extinção da Gravasom e a chegada da AIC, Osmiro Campos teve sempre personagens diversos para dublar: do drama à comédia, do herói ao vilão, sempre conseguiu dublar com extrema perfeição. Foi um dos dubladores sempre escalados nas séries Rota 66, onde obteve o seu primeiro personagem fixo em séries, dublando o ator George Maharis, e diversos atores convidados na série Cidade Nua, ainda no inicio da AIC.


Devido ao seu timbre de voz, observamos que sempre foi mais lembrado para os vilões, mas também personagens leves conseguia fazê-los muito bem.


Um dado curioso é que Osmiro Campos participou de duas séries de Irwin Allen onde numa foi o herói, noutra um vilão sem alma:


***Capitão Crane de Viagem ao Fundo do Mar na 3ª e 4ª temporadas, substituindo Hélio Porto.


**2ª VOZ DO CAPITÃO CRANE EM VIAGEM AO FUNDO DO MAR**


***Inspetor Kobick em Terra de Gigantes fazendo um personagem muito mais temido por todos.

Paralelamente sempre foi frequentemente escalado npara as séries Daniel Boone, Jeannie é um Gênio e A Feiticeira. Aqui, nesta última série ele já participa de episódios e demonstra o seu lado de humor como no episódio "Verdadeira Palhaçada", onde faz um palhaço que acaba sendo enfeitiçado para adorar Tábata.

Assim, quando houve a necessidade da troca de Dick York, devido a sua enfermidade, para Dicy Sargent, Osmiro Campos passa a dublar o marido de Samantha.

**DICKY SARGENT NA SÉRIE A FEITICEIRA**

Seguindo na carreira sempre, chegamos ao início da década de 1980 e Osmiro Campos ganha o personagem Professor Girafales do seriado Chaves. Aqui, segundo suas declarações, o personagem inicialmente era realizado por Potiguara Lopes, mas como também traduzia a série, preferiu ficar só com a tradução e Osmiro assumiu maravilhosamente o Professor , um pouco galanteador.

Osmiro Campos faleceu de parada cardíaca, aos 82 anos,  em 05 de julho de 2015.

Aqui vamos registrar alguns momentos de Osmiro Campos para todos se lembrarem:


**Na série Big Valley, dublando o prisioneiro, ao lado do dublador Wilson Ribeiro:
video


***Na série Cidade Nua dublando o ator convidado Dick York.
video


**Na série Viagem ao Fundo do Mar dublando o Capitão Lee Crane:
video


**Dublando um ator convidado na série Jornada nas Estrelas**
video



***Marco Antônio dos Santos***

0 comentários:

Postar um comentário