2 de novembro de 2008

DUBLADOR EM FOCO (31): WALDYR GUEDES



Mais um artista que contribuiu imensamente para a dublagem brasileira e que está praticamente no anonimato. Waldyr Guedes nasceu em 26 de maio de 1936 e, no final da década de 1950, foi radioator em algumas emissoras. Segundo algumas informações, chegou a ser diretor de algumas radionovelas.

 Ao lado de outros grandes nomes da AIC, possuía uma versatilidade enorme para desenhos, vilões, comédias e dramas, porém há registros de sua voz já no estúdio Gravasom. Aqueles que quiserem conferir, poderão acessar o Youtube, onde está postado o episódio de Além da Imaginação "Testamento Rubro", onde Waldyr Guedes faz a narração inicial.

Mas é na AIC e, sobretudo em desenhos, ao lado de Older Cazarré, Roberto Barreiros, Wilson Ribeiro e Gastão Renné onde ele faz os seus melhores desempenhos, participando com maestria com diversos personagens.

Aqui relacionamos alguns:




*Olho Vivo (em Olho Vivo e Faro Fino)



*Bobi Filho (em Bibo Pai e Bobi Filho)



*Chuchu e Bacana (em Manda-Chuva)



*Hardy em (Lippy the Lion e Hardy Har Har)




*Barney 2ª voz (em Os Flintstones), além de inúmeras participações em outros desenhos da época.


Ao mesmo tempo em que atuava com diferentes vozes em desenhos, também participou de séries de tv e filmes.

Teve como personagens fixos:

*Tenente Parker na série Cidade Nua.
*Stan Laurel (o magro) em O Gordo e o Magro.

*Larry Tate em A Feiticeira, talvez o personagem mais conhecido, embora não tenha participado da série inteira, mas foi o dublador que ficou mais tempo com o personagem.

 Aqui há uma curiosidade, no episódio "Efeitos Colaterais"da 3ª temporada , James e Larry tomam umas pílulas enfeitiçadas para gripe, as quais os deixam com as vozes finas. Waldyr Guedes faz a voz do personagem Chuchu.





* Dublou diversos atores convidados em inúmeras séries: Viagem ao Fundo do Mar,  A Caldeira do Diabo, Perdidos no Espaço, O Túnel do Tempo, Missão Impossível, Jornada nas Estrelas, Lancer, Daniel Boone, Jeannie é um Gênio, Terra de Gigantes, etc.
*Foi o dublador de Orson Wells em Cidadão Kane.



Segundo Borges de Barros, Waldyr Guedes também fez o teste para dublar Dr. Smith.Uma carreira extensa em dublagem, com a melhor qualidade em interpretação para diversos gêneros.


Segundo informações de dubladores, Waldyr Guedes foi um dos poucos profissionais que ficou até 1972 na AIC, retirando-se para ocupar a função de diretor artístico do recente inaugurado estúdio Álamo, paralelamente também participava do estúdio Odil Fono Brasil.
 Pelas informações que obtivemos, Waldyr Guedes faleceu em 1977, com apenas 41 anos de idade, vítima de cirrose hepática.

Waldyr Guedes é considerado até hoje, como um dos melhores dubladores brasileiros devido a sua maravilhosa capacidade de interpretação, sincronia e de diversidade de vozes que conseguia realizar. Segundo o dublador e radialista Ronaldo Baptista, com quem trabalhou desde o período das radionovelas, ele o considerava como "um gênio da voz".

As dublagens que sobreviveram ao aniquilamento das redublagens, demonstram de forma inquestionável a sua extraordinária versatilidade.

Dentro de um elenco de vozes altamente de qualidade, Waldyr Guedes era brilhante em todas as suas dublagens.

**O personagem Hardy em Lippy the Lion e Hardy Har Har":


**O personagem Bóbi Filho, mais uma extraordinária dublagem realizada:

**O gato OLHO VIVO**


** A 2ª voz de Barney Rouble em Os Flintstones**


**Larry Tate em A FEITICEIRA**



Waldyr Guedes era um verdadeiro gênio da voz, que engrandeceu o elenco da AIC.


***Marco Antônio dos Santos***

2 comentários:

Jannys disse...

Muito bacana esse blog sobre dublagem. Assistia sempre a esses desenhos, que sao insuperáveis. Valeu mesmo.

arte&textura disse...

Muito bom esse blog. Parabéns pelo trabalho. Há muito tempo que queria descobrir as "almas" que deram vida aos meus desenhos e séries prediletos quando criança.Gostava dos desenhos, não pelo desenho, mas pela dublagem. Vivia tentando imitar o manda-chuva e sua turma, com algum sucesso, e vários outros desenhos. Muito grato pelo registro.

Postar um comentário